domingo, 5 de outubro de 2014

Aonde foi que Sansão Errou!!!





Logo após a morte de Josué filho de Num, Sucessor de Moises, a jovem nação de Israel, passaria por um período de instabilidade, aonde não conseguia manter um padrão moral exigido por Deus.
Nessa  época  a  nação  seria governada por Lideres, chamados Juízes, o primeiro Juiz foi Otniel “ em algumas traduções Otoniel”, e o ultimo Samuel, nessa matéria falaremos um pouco sobre o 13º Juiz de Israel “Sansão”.
Sansão era um nazireu da tribo de Dã, e a Bíblia no livro de Juízes deixa bem claro  “O Espirito do SENHOR era sobre ele”, e por 20 anos Sansão Julgou a Israel, todos já ouvimos falar como ele rasgou um leão, ou como arrancou as portas da entrada de uma cidade e as deixou no cume de um monte, ou a passagem mais conhecida aonde ele fere mil filisteus com uma queixada de jumento.
Se hoje Sansão fosse membro de nossa Igreja com certeza ele teria muito testemunho para contar, muita obra para relatar, nos contaria muitos milagres. Deixar-nos-ia perplexos.
Sansão tinha algo que o diferenciava de todos os seus antecessores e de seu sucessor, ele não precisava de um exercito, tamanha era o operar de Deus na Vida dele, que não era necessário chamar por ajuda de mais ninguém.
Mas, todos conhecemos o seu final, foi cegado e no final vingou a cegueira de seus dois olhos matando todos os que estavam no templo de dagom, mais isso também custou a sua vida, o que queremos refletir é como alguém tão cheio do Espirito do Senhor pode Cair desse Jeito.
Eu particularmente não concordo que um homem que matou tantos homens foi vencido por uma mulher “Dalila”, não subestimando a capacidade de mulher alguma, longe de mim isso, mas, arrazoando que quando Sansão cedeu a Dalila ele já estava em queda.
Antes mesmo de ter seus olhos cegados pelos filisteus, Sansão já tinha sua visão espiritual cegada pelo pecado, Não foi Dalila que venceu Sansão, foi a sua desobediência que o venceu, ele foi vencido pela arrogância, pois se achava autossuficiente, melhor do que todos, e que não precisava se submeter aos mandamentos de Deus.
Vale lembrar que antes mesmo de Dalila, ela já tinha tomado por mulher, uma mulher que não era das tribos de Israel, o que na época para nenhum Israelita era permitido: “ Quando o SENHOR teu Deus te houver introduzido na terra, à qual vais para a possuir, e tiver lançado fora muitas nações de diante de ti, os heteus, e os girgaseus, e os amorreus, e os cananeus, e os perizeus, e os heveus, e os jebuseus, sete nações mais numerosas e mais poderosas do que tu; E o Senhor teu Deus as tiver dado diante de ti, para as ferir, totalmente as destruirás; não farás com elas aliança, nem terás piedade delas;Nem te aparentarás com elas; não darás tuas filhas a seus filhos, e não tomarás suas filhas para teus filhos; Deuteronômio 7:1-3

Sansão era Nazireu e Jamais poderia ter tocado no cadáver do Leão e nem ter tomado Vinho, ”O Senhor disse ainda a Moisés:  "Diga o seguinte aos israelitas: Se um homem ou uma mulher fizer um voto especial, um voto de separação para o Senhor como nazireu,  terá que se abster de vinho e de outras bebidas fermentadas e não poderá beber vinagre feito de vinho ou de outra bebida fermentada. Não poderá beber suco de uva nem comer uvas nem passas. Enquanto for nazireu, não poderá comer nada que venha da videira, nem mesmo as sementes ou as cascas.  "Durante todo o período de seu voto de separação, nenhuma lâmina será usada em sua cabeça. Até que termine o período de sua separação para o Senhor ele estará consagrado e deixará crescer o cabelo de sua cabeça. Durante todo o período de sua separação para o Senhor, não poderá aproximar-se de um cadáver. Mesmo que o seu próprio pai ou mãe ou irmã ou irmão morra, ele não poderá tornar-se impuro por causa deles, pois traz sobre a cabeça o símbolo de sua separação para Deus. Números 6: 1 – 7”

E não bastando toda essa desobediência, Sansão ainda se relacionava  com prostitutas e por final escolhe mais uma vez como mulher, uma mulher que não é das tribos de Israel “Dalila”.

Sansão hoje tipifica com muitos crentes que por acharem que Deus os usa, e faz milagres na vida deles, eles podem andar como bem quer, tenho certeza que Sansão era aconselhado por algumas pessoas na sua época, com certeza havia quem lhe dizia: cuidado Sansão você precisa se consagrar mais, isso que você esta fazendo é errado, mas, assim como muitos hoje em nossos dias, Sansão não tinha a sua atenção voltada para os mandamentos de Deus, mais sim, nas realizações dos milagres, das proezas e dos elogios, ele achava que pelo fato de Deus estar operando através dele, as coisas erradas  que ele fazia era tolerado por Deus, esquecendo-se que Deus não faz acepção de pessoas, e ainda diz:” Pois eu sou o Senhor, o Deus de vocês; consagrem-se e sejam santos, porque eu sou santo. Leviticos 11:44”
Deus usa de quem Ele quer, usa do Justo, usa do ímpio, usa do homem, usa do animal (como a Baleia que engoliu Jonas, ou os corvos que levaram comida a Elias, ou a Jumenta que Falou com Balaão etc...) , mas o homem ou a mulher usado(a) por Deus, jamais devera se sentir especial, ou acima do bem e do mal.
Não existe exceção a doutrina deve ser guardada por todos e aqueles que se sentem usados por Deus devem sim, fazer a vontade de Deus, mas.... com toda a santidade: “Maldito aquele que fizer a obra do Senhor relaxadamente… Jeremias 48:10 ”
E pra finalizar:  O Senhor está convosco, enquanto vós estais com ele, e, se o buscardes, o achareis; porém, se o deixardes, vos deixará. 2 Crônicas 15:2

Nos Laços do Calvário Que Nos Une!!!

S.Silva

terça-feira, 1 de outubro de 2013

OSCULO SANTO & VÉU

Sempre que ouvimos alguém falar da “superioridade da Congregação Cristã no Brasil”, geralmente a justificativa vem acompanhada de que, somente a congregação tem a genuína doutrina, pois é uma igreja que usa o véu, e que os irmãos dão o osculo santo “entre sí”, e essa seria a prova de que a congregação é a única igreja certa.
Mas.... será mesmo que o osculo que a Congregação da é o osculo santo, e que a mulher que ora ou profetiza na igreja esta desonrando a si mesma?
Como Cristão, tenho por regra de fé e pratica a Bíblia, e é nela que deve estar fundado a nossa fé, levando isso em consideração, eu vou provar que o osculo “santo que a Congregação dá” nada tem a ver com o osculo dos dias de Jesus.
Primeiro o Osculo da Congregação é dado só entre os domésticos da mesma fé (ou seja um membro da congregação só pode oscular outro membro da congregação)
Pois, se amardes os que vos amam, que galardão tereis? Não fazem os publicanos também o mesmo?  E, se saudardes unicamente os  irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os publicanos também assim? Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus, ou seja, Jesus deixou clara a sua posição, de que a saudação deve ser dada a todas as pessoas, e não somente entre os irmãos, ao ensinar ao contrario a Congregação distorce a palavra de Deus.
Segundo  o Osculo da Congregação, é evitado no meio de pessoas que não são da congregação, “a não ser que essas pessoas estejam num culto na Congregação”
Segundo é dito, não se saúda com o osculo no meio de pessoas em outros lugares para que não haja escândalo, isso nos faz lembrar de um certo homem que convidou Jesus para uma refeição, alem de Jesus, não sabemos ao certo quantas pessoas tinham lá. Pois naquela época, as refeições para convidados era um banquete, aonde vinham muitas pessoas, bem, não quero fugir do texto, não sei precisar quantas pessoas estavam La, mas, a Bíblia é bem clara: uma prostituta também estava lá, e o tal homem não saudou a Jesus, e Jesus não gostou: E, voltando-se para a mulher, disse a Simão: Vês tu esta mulher? Entrei em tua casa, e não me deste água para os pés; mas esta regou-me os pés com lágrimas, e os enxugou com os cabelos de sua cabeça.Não me deste ósculo, mas esta, desde que entrou, não tem cessado de me beijar os pés. Essa idéia de esconder a saudação em publico para evitar escândalo, não era compartilhada por Jesus não, aliais ele já havia dito: E bem-aventurado é aquele que não se escandalizar em mim.
Terceiro qual era o propósito do osculo.:
O osculo nada mais era, do que a forma como as pessoas se cumprimentaram nos dias de Jesus, eles não tinham por costume apertarem a mão, como nos temos, mas sim, dar um beijo, como algumas pessoas hoje em nosso meio também fazem, ao dizer que eram para saudarem com um osculo santo, Jesus estava dizendo: quando você cumprimentar alguém faça com sinceridade e amor, pronto é só isso, se Paulo que escreveu Saudai-vos uns aos outros com o osculo santo, estivesse entre nós, ele diria, aperte a mão de  quem você for cumprimentar com muito amor e sinceridade, prova disso é que: nos lugares que os crentes da congregação se sentem “envergonhados” de dar um beijo, eles cumprimentam apertando a mão, ou ate acenam de longe com a mão, e esta feito o cumprimento, caso o osculo santo fosse tão importante e obrigatório, eles teriam que dar ele independente das criticas que receberiam, e não se esqueçam nem todo o osculo é era santo, Judas traiu Jesus com um osculo.
Agora Vamos pro véu:
Que tanta santidade tem num pedaço de pano? já ouviu falar no santo sudário, o pano La que muito dizem ter o rosto de Jesus, pois é na congregação também tem um pano famoso, o véu.
Diz a Passagem Bíblica: Mas toda a mulher que ora ou profetiza com a cabeça descoberta, desonra a sua própria cabeça, porque é como se estivesse rapada, duas coisas chamam a atenção aqui a primeira é que Paulo não diz que a mulher desonra a Igreja, mas sim que ela desonra a sua própria cabeça. E a segunda é que ele diz que é como se ela estivesse cabeça rapada.                
Cabeça...  Entendemos o que Paulo disse, mas será que entendemos o que Paulo quis dizer? A mulher desonra sua própria cabeça, mas como poderia uma mulher desonrar a sua própria cabeça? Mais  que cabeça Paulo estava querendo falar..... o que será que Paulo considerava a Cabeça da Mulher? Bem o jeito é procurar... só mais um pouco..... to chegando..... achei!!!  Mas quero que saibais que Cristo é a cabeça de todo o homem, e o homem a cabeça da mulher; e Deus a cabeça de Cristo.
Pelo que entendo Paulo estava dizendo que a mulher que não usava o véu ao orar ou profetizar  desonrava o seu esposo.
Raspada.....A outra coisa que nos chama a atenção é  a palavra raspada, para isso precisamos entender um pouco da época da Cidade de Coríntios, pois foi pra ela que Paulo escreveu a carta.
Coríntios era uma cidade portuária, uma grande metrópole da época, aonde existiam grandes transações mercantis, os marinheiros passavam muito tempo  no mar, sem uma presença feminina, e quando desembarcam em Coríntios, iam direto procurar os “serviços” das profissionais do amor, inclusive mesmo hoje em nossos dias, nas localidades que existem portos, é comum a presença de prostitutas.
La em Coríntios também existiam as 1.000 sacerdotisas de Afrodite, elas se prostituíam no templo, e eram obrigadas a raspar a cabeça para se diferenciar das mulheres que não se prostituíam.
O  costume judaico ensinava que toda a mulher casada devia usar o véu, pelo que da  para  entender, uma mulher casada sem o véu, era facilmente confundida com uma “solteira disponível” e isso justifica o “Desonra a sua própria cabeça”  “o seu marido”, poderia ser confundida com uma prostituta,  enfim Paulo queria que as Irmãs não fossem confundidas com mulheres da vida, e o sinal externo do casamento era o véu, porem hoje em nossos dias não é, hoje é a aliança, é através da aliança que identificamos se uma mulher é ou não é casada, lógico que tem as que não usam, e que dependendo da situação freqüentemente, se colocam em condições de risco sendo  confundidas com as solteiras.
Fora isso olha que interessante, uma irmã num restaurante ao se alimentar, se ela for temente com certeza ela vai orar, ou se estiver num ônibus e surgir um ladrão, e começar a ameaçar todo mundo, nossa irmã temente vai clamar e vai orar, ou, ao fazer um prova, ou mesmo ao ser entrevistada para uma vaga de emprego, ela vai orar certo??? Só que se fossemos levar ao pé da letra o que Paulo escreveu, se ela estivesse sem o véu, ela jamais deveria orar, pois a sua oração estaria desonrando a sua própria cabeça, ai muitos vão dizer. Mas se não da pra por o véu, é motivo de força maior, ai pode orar sem o véu, enfim o ministério da congregação abre uma brecha, mas..... Paulo, não. Mas toda a mulher que ora ou profetiza com a cabeça descoberta, desonra a sua própria cabeça, Não encontramos nas Palavras de Paulo, uma exceção.

Nos Laços do Calvário Que Nos Une!!!

S.Silva

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

O Assassinato do Hinário




“Lamentamos informar, que no ano de 2013, nosso querido hinário, foi brutalmente assassinado, sem nenhum direito a defesa, tal covarde atrocidade foi cometida, numa emboscada  justamente por quem tinha a maior obrigação de zelar pelo mesmo”
“O mesmo deixa órfão, milhões de fieis que o conheciam com intimidade”
Seria “cômico” se não fosse “trágico”, misericórdia, o que fizeram com nosso hinário, fala serio, é para isso que a nossa liderança se reúne? Eu olho hoje Para esse novo hinário e sinto vontade de chorar.
Cansei de falar com algumas pessoas de outras religiões e dizer que sou um membro da Congregação Crista no Brasil, muitas vezes ouvia a seguinte frase, “vocês são muito radicais, tem muito usos e costumes, ou, uma doutrina muito pesada”  mas, em muitas vezes ouvia como complemento a seguinte frase: mas  acho bonitos os hinos de vocês.
Pois é, agora eu acho que nem isso de positivo,  vamos ouvir mais, pois nossos hinos foram esquartejados, dilacerados, hoje estão mutilados, pergunto para você que esta lendo essa matéria, cadê a alegria de nossos hinos, acabou!!!,   Acho que quando se reuniram para fazerem a mudança no hinário, deviam estar em algum funeral e foram influenciados pelo mesmo, pois os nossos hinos estão todos parecendo hinos de velório.
Não sei se eu estou delirando, mas me lembro muito bem o que era dito nos púlpitos na minha região, diziam que a mudança que iriam fazer era para fins de atualização, pois segundos era dito, algumas pessoas novas entravam em nossos cultos e não entendiam bem o que era cantado, isso já não me cheirava muito bem, o hino nacional ou o hino do Corinthians ou qualquer outro foram feitos há muito tempo atrás, e ate hoje todo mundo canta, meu pai cantou o hino nacional, eu cantei, minhas filhas cantaram e logo meus netos vão cantar, resumindo: todo mundo canta,  ai vieram as justificativas “ que não me convenceram”, palavras como gozo, Canaã Celestial, do Egito o salvador e etc.. eram difíceis de serem assimiladas e algumas como a gozo “davam margem para duplo sentido”,  o que me chama atenção, é que todas essas palavras cortadas de nossos hinários encontram-se na Bíblia, e ai....  quando o pregador for  Ler a Bíblia, e estiver  La a palavra gozo, Egito, Canaã, como ele faz, tem que pular?
E porque tiraram tantas estrofes lindas que tínhamos em nosso hinário, seria somente para enxertarem  esses novos hinos, que se diga de passagem, com raras exceções,  a maioria são todos horríveis, porque a mudanças nos coros, ao invés de serem cantados após todas as estrofes, muitos passaram a serem cantados somente após a ultima estrofe, porque nossos hinos agora parecem estrada sem curva “ficaram sonolentos”, tiraram aquelas passagens que tantos gostávamos de ouvir os músicos tocarem, os hinos ficaram todos retos.
Diziam que era só mudança para atualização do hinário, mas mexeram foi  em praticamente tudo, e com um péssimo gosto,  não é na parte musical que essa liderança tem que se preocupar, devem se preocupar é com o que se é dito no púlpito, e se querem saber de uma grande, imensa e inquestionável verdade, os maiores erros de Português  não estão no hinário, mas sim nos pregadores em cima do púlpito, ai sim, tem um monte de erro de português,  já tive esse dissabor, de levar alguém para nos visitar e essa pessoa questionar comigo isso, a respeito do pregador,  e olha que tais pregadores ainda se auto justificam dizendo “ eu não sei nem falar mas Jizuis me usa assim mesmo” , isso senhores Anciões os visitantes observam e muito no nosso meio, estamos em 2013, você pode estudar ate por internet, isso  fora os centros de alfabetização que são espalhados por todo canto.
Não sou contra mudanças, desde que as  mesmas  venham para melhorar e não para piorar, e infelizmente esse foi o caso da mudança no nosso hinário, conseguiram estragar o que estava ótimo.
Como Dizia o Famoso Jornalista Boris Casoy
Isso é uma vergonha!!!

Nos Laços do Calvário Que Nos Une!!!

S.Silva